• Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

INTRATERRA - INTRATERRENOS

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Todos os planetas do sistema solar são ocos e habitados

em sua superfície e/ou no seu interior. O Sol e a maior parte das estrelas do Universo também são ocos. Esta é a forma mais econômica [em termos de uso de material] para construir um grande abrigo para seres vivos. A Terra é oca e contém um Sol Central em seu interior [em torno do seu centro geométrico]. Existem inúmeras entradas para o interior da Terra, sendo que as principais para a cavidade interna da Terra Ôca encontram-se nos Pólos Norte e Sul. A espessura aproximada da crosta terrestre, entre a superfície externa e a superfície interna da cavidade oca, é de 800 milhas. Tanto a superfície interna, como a crosta terrestre, são habitadas por civilizações humanas mais avançadas do que a presente na superfície externa.

 

CIDADES INTRATERRA

A principal cidade governante, abaixo da superfície, chama-se Shamballa, localizada na superfície interna do planeta e acessível através dos pólos norte e sul. As auroras polares são devidas ao sol do interior da Terra. Existem mais de 120 cidades localizadas na crosta terrestre, próximas à superfície externa, formando uma rede chamada de Agartha, conectadas entre si por túneis. Os habitantes da cidade de Telos [logo abaixo do Monte Shasta-CA-EUA] são originários da Lemúria, de onde vieram a mais de 12.000 anos atrás, antes da destruição na superfície externa por uma guerra termonuclear. Telos possui cerca de 1,5 milhão de habitantes e a rede Agartha cerca de 25 milhões. Os habitantes da crosta terrestre possuem altura entre 2 e 3 metros e os da superfície interna acima de 3 metros. Os habitantes de Telos são fisicamente imortais.

Helena Petrova Blavastky, a grande teosofista russa, refere-se a Shamballa como a Capital ou o Centro do Mundo.

Das várias cidades internas, Telos será uma das mais importantes com 1.500.000 habitantes remanescentes da Lemúria (antigo continente desaparecido), situada sob os montes Shasta, na Califórnia. Depois existe Posid,com 1.300.000 habitantes remanescentes de Atlântida, localizada abaixo das planíceis de Mato Grosso no Brasil. Na serra do Roncador situa- se Létha e outras mais sob o grande Continente sul americano. Uma outra será Shonshe, refúgio da cultura Uighur que fica nos Himalaias e sua entrada é protegida por um Monastério, e Shingwa fica localizada na fronteira da Mongólia com a China e uma pequena cidade secundária no Monte Lassen.

Telos significa “Comunicação com o Espírito”, tem forma de domo e é formada por cinco níveis. O primeiro nível concentra o comércio, educação e administração, além de um Templo em forma de pirâmide com capacidade

para 50.000 indivíduos. A Ascenção é o objectivo principal da Comunidade onde não há dissenções religiosas de nenhuma espécie e sim compreensão da Unidade para os vários Planos da Eternidade.

Toda a população em Telos é vegetariana desde há 12.000 anos e ali não existem doenças ou violência devido a isso, contrariamente à população da superfície. A longevidade é uma característica dessa civilização avançada onde o envelhecimento dos corpos físicos é retardado podendo viver vários séculos pela sua condição genética, apesar de não serem imortais, pois isso só é possivel no plano do espírito e não da matéria perecivel que é sempre passível de transformação em qualquer dimensão.

Em Telos não existe dinheiro e todas as necessidades básicas de seus habitantes são supridas, não havendo a chamada luta de classes ou pela sobrevivência nem tão pouco as desigualdades sociais tão comuns na Sociedade humana.

Só podemos evoluir se estivermos em um estado de Paz. Sem paz apenas lutamos pela sobrevivência, em um estado de medo, sofrimento e tensão. Nestes estados negativos, iremos ter [com reflexos nos animais e na vegetação] um baixo desenvolvimento físico e espiritual. Em locais

espiritualmente elevados, todos os serem viventes [pessoas, animais, vegetação] se expandem acentuadamente. Como os seres intraterrenos são mais evoluídos espiritualmente, suas estaturas são maiores, assim como seus animais e sua vegetação. Por exemplo, veja no Brasil, onde há maior sofrimento físico e, conseqüentemente, onde existe menor estatura das pessoas e da vegetação.

Potencialmente, tudo que conseguimos imaginar, nós podemos manifestar para nós mesmos. Os seres intraterrenos conseguem imaginar saúde perfeita e imortalidade física, e, portanto, as obtêm. A imortalidade física é importante, pois quanto mais você vive em um mesmo corpo, mais você pode desenvolver seus talentos e tecnologias, mais você pode criar e refinar as coisas, ao invés de parar e recomeçar tudo de novo em cada vida física sucessiva. Essas paradas e recomeços infindáveis não nos leva para frente: você está continuamente “reinventando a roda”, levando a uma certa estagnação na sua evolução, não o levando a lugar nenhum. Uma passagem do livro “The Smoky God” ilustra este tema: “Descobrimos que [na Terra Oca] os homens não se casam antes de 75 a 100 anos e as mulheres com um pouco menos de idade. Ambos vivem freqüentemente de 600 a 800 anos e, em alguns casos, muito mais que isso.” Uma citação de Flammarion [do livro "Astronomical Myths"]: “Deus prolongou a vida dos patriarcas, antes do dilúvio, tanto devido a suas boas virtudes como, também, para dar a eles a oportunidade de aperfeiçoar as ciências da geometria e da astronomia, que eles tinham descoberto. Isto eles não conseguiriam ter feito se eles não tivessem vivido 600 anos, pois é apenas depois de 600 anos que o Grande Ano é conseguido.”

Quando conseguirmos eliminar a nossa poluição ambiental [ar, água e solo/alimentos], nossas doenças desaparecerão.

Quando você está “aberto” à vida, você só pode expandir. Quando você está envolvido em lutas, escassez e com medo, você só pode se fechar e diminuir sua estatura, por medo de ser visto ou medo de mostrar-se aos outros. Você diminui seu poder, sua intuição e seus sentimentos, quando você tenta se amoldar ao mínimo denominador comum de todas as pessoas ao seu redor. Isto diminui não apenas seu crescimento físico, mas também o crescimento de sua alma. Quando você se abre ao fato de que você e o Universo são UM, você irá despertar para tudo o que você É, e começará a expandir seus horizontes e, literalmente, irá crescer de tamanho – altura e largura. Sua mente e seu corpo estão conectados. Se você pensa pequeno, você crescerá pouco. Expanda seus pensamentos e você expandirá sua visão e o seu mundo; expanda seu mundo e seu corpo responderá com jorros de crescimento e renovação. Você se destronou e não sabe. Tudo o que você realmente possui é apenas você mesmo [veja o que sobra – e que era seu – após um grande terremoto]. Como os seres humanos que habitam abaixo da superfície externa

da Terra possuem, em geral, um desenvolvimento espiritual maior que os seres da superfície, eles também possuem uma estatura maior que nós: o bibliotecário Mikos, por exemplo, possui 4,5 metros de altura. Esta relação de espiritualidade com altura também ocorre conosco, na superfície externa: Confúcio tinha mais de 2,0 metros de altura, Jesus Cristo [agora conhecido como Sananda Kumara, da equipe de Sanat Kumara] também tinha uma grande estatura física para a sua época [segundo o livro “Operação Cavalo de Tróia”, de Benitez, seria 1,82 metro]. As pessoas que já conseguiram ver algum arcanjo [como Miguel, Rafael, etc.] nos contam que esses serem magníficos, de alta espiritualidade, possuem altura acima de 10,0 metros: grande espiritualidade não consegue ser reduzida para dimensões muito pequenas! E Deus, como todos sabem, possui dimensão infinita [todo o Universo físico].

O objetivo da ciência deveria sempre ser a confirmação das informações reveladas por Deus [o maior dos cientistas]. Não deve haver conflito entre ciência e espiritualidade, pois são áreas complementares. Existem LOCAIS FÍSICOS [e não apenas estados mentais/vibratórios/emocionais em nosso ser] em nosso planeta onde encontram-se todas as localidades citadas nas escrituras. O Jardim do Éden, do Paraíso, encontra-se na superfície interna da Terra; dele foram expulsos [por desobediência] nossos ancestrais, que vieram morar na superfície exterior da Terra [vieram morar no “telhado” de sua casa, enquanto que seus irmãos/irmãs ficaram morando no “interior da casa” (do planeta), como é o natural, quando se tem uma casa para morar]; no centro do Jardim tem um grande poço artesiano que dá surgimento a quatro grandes rios [representado no corpo humano pelos 2 braços e as 2 pernas, pois “assim dentro como fora”]. O Inferno encontra-se na crosta terrestre, entre as superfícies externa e interna. O Céu é constituído pelo Sol Interno; é do Céu que viemos para encarnar e para onde iremos ao desencarnar, se tivermos méritos para isso. O Deus deste planeta [“O Rei do Mundo”] mora dentro do Céu, em um local chamado Nova Jerusalém. O centro de gravidade planetária não está no centro geométrico do planeta, como suposto pela ciência oficial: encontra-se em uma superfície esférica a cerca de 700 milhas abaixo da superfície externa; por isso, as pessoas na superfície interna [cerca de 800 milhas abaixo do nosso solo] ficam com os pés firmes no solo, em direção aos nossos pés, na superfície externa. Todos sabemos que temos um sistema de locais de energia, chamado de chakras; sabemos, também, que todos os seres da superfície possuem um maior desenvolvimento dos chakras inferiores: isto ocorre porque temos os pés voltados para Deus [para o Sol Interno]; os seres que habitam a superfície interna possuem as cabeças voltadas para Deus e, portanto, são mais evoluídos espiritualmente, devido à maior energização dos seus chakras superiores [que estão constantemente mais próximos de Deus]. Temos, também, um sol interno ao nosso corpo físico, que aquece todos os alimentos que ingerimos e nos aquece todo o corpo.

Os habitantes da superfície interna da nossa Terra Oca estão mais adiantados espiritualmente e tecnologicamente, com relação aos habitantes da superfície externa [nós]. É de lá que vem a maioria dos discos voadores [UFOS, ÓVNIS] avistados em nossa atmosfera.

 

CENTROS PLANETÁRIOS (retiros intraterrenos)

Em alguns Retiros Intraterrenos existe uma base energética armazenadora de informações chamada Disco Solar. Esses discos guardam dados importantes sobre a cura, a História e o destino da Terra e sobre a origem e o futuro da humanidade. Guardam também as chaves da relação entre mundos e universos e das leis suprafísicas, entre outras informações. Membros da humanidade da superfície podem acessá-los sempre que estiverem acompanhados pelas Hierarquias e em sintonia com leis de harmonia universais. Treze Retiros Intraterrenos, em sua maioria situados nas Américas, possuem Discos Solares e preparam-se para contatar a humanidade de maneira mais direta. Localizam-se na área suprafísica das seguintes regiões: 1 – Monte Shasta, Califórnia, EUA

2 – Vale Sete Luminárias, México

3 – Ciudad Blanca, Honduras

4 – Guatavita, Colômbia

5 – Roraima, Venezuela

6 – Cueva de los Tayos, Equador

7 – Paititi, Selva do Manu, Peru

8 – Lago Titicaca, Bolívia/Peru

9 – Licancábur, Deserto de Atacama, Chile

10 – Talampaya, La Rioja, Argentina

11 – Serra do Roncador, Goiás, Brasil

12 – Aurora, Uruguai

13 – Antártida, Antártida"

A ativação de treze discos solares auxiliará a humanidade terrena a se alinhar com o tempo-espaço cósmico de harmonia para este planeta. Várias e descompassadas foram as tentativas que a humanidade terrena intentou para acertar alguma referência espaço-temporal adequada que lhe servisse de calendário. Dentro da experiência terrena, vários calendários diferentes (romano, grego, egípcio, juliano, cainguangue, asteca, etc.) foram ou

são utilizados pelos seres humanos. Culturas diferentes disponibilizaram sistemas diferentes de se relacionarem em medições com seus próprios espaços-tempos. A seguir, estão expostos alguns calendários terrenos situados, concomitantemente, a partir da referência datada de junho de 2009 do atual calendário gregoriano ocidental, então em uso.

a Hierarquia Universal através da Confederação Intergaláctica e, na Terra, através da Fraternidade Branca e de uma rede de serviços que inclui as atividades de sete Centros Intraterrenos, além de outras bases avançadas de ações, cumpre o seu papel de atualizadora constante das Ordens da Fonte. Os setes Centros Intraterrenos ativos já revelados para a Terra são: Anu Tea (Mediterrâneo), Aurora (Salto-Uruguai), Erks (Córdoba-Argentina), Iberah (Viedma-Argentina), Lis (Península Ibérica), Miz Tli Tlan (Andes peruanos) e Mirna Jad (Brasil - Figueira)

 

Pontos de Ancoramentos para a INTRATERRA

CAVERNA DOS PEZINHOS - MT

SERRA DO RONCADOR - MT

CHAPADA DOS VEADEIROS - GO

ALTO PARAISO - GO

CHAPADA DIAMANTINA - BA

CHAPADA DOS GUIMARÃES - MT

LAGOA DOS PATOS - (Tumani) - bem na Ilha da Saragonha representada pelos índios Tupi Guarani (consciência indígena a 37 mil anos) - RS

LAGOA ENCANTADA - (Serra do Roncador) Tribos Xavantes - MT

SÃO TOMÉ DAS LETRAS - MT


© 2019 Despertando a Cosciência Todos os Direitos reservados RARTECNOLOGIA